Astrobiologia: a Terra não é o limite

earth-like-planetsA busca por indícios de que, num passado muito distante, nossos planetas vizinhos tenham sido povoados por várias formas de vida, ou as descobertas de componentes essenciais para a vida vindos outras partes do universo, animam aqueles que creem nas hipóteses levantadas pelo escritor suíço Erich Von Däniken, autor de “Eram os deuses astronautas”, de 1968, e “Semeadura e cosmo”, de 1973.

 A astrobiologia ou exobiologia é uma nova área ligada principalmente à astronomia que surgiu na década de 1960, mas os objetos de estudos só foram vistos pela primeira vez no início dos anos 1990. Até então já passam de 300 o número de exoplanetas (planetas que orbitam outras estrelas) pela galáxia afora, embora a maioria não tenha as mínimas condições de vida.

Antes de qualquer desdém relacionado às pesquisas, a astrobiologia é estudada com seriedade pela NASA e por vários institutos de pesquisa espacial. Já existem até cursos de graduação na área.

São estudados a presença de gazes, distância do planeta em relação a sua estrela principal (fator determinante), minerais e o principal: a presença de água. 

Recentemente, a descoberta de outros sistemas planetários, de aminoácido em um cometa,  além de metano, vapor de água e gelo nas luas de Júpiter e Saturno aumentam a expectativa por mais evidências.

Estudar a probabilidade de como a vida se espalhou pelo universo, a evolução e o seu futuro é uma tarefa muito complicada.  Mas não é nem será, por muito tempo, descartada.

Mais informações em:  http://astrobiology.nasa.gov/ (em inglês)

 Cassio Teles – editor de Ciência e Tecnologia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s